Seguindo a linha inspirada no poema “Tecendo a Manhã” de João Cabral de Melo Neto, e na esperança de que de fato tenhamos um amanhã – e de preferência, um bom “amanhã” – a Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto (SBPRP) comunica a ampliação do Projeto Suporte Psicológico, passando a incluir o atendimento de todos os funcionários da saúde da região de Ribeirão Preto que trabalham em locais que atendam pacientes com Covid-19 e não apenas os suspeitos ou contaminados pelo Covid-19.

Desta forma, o SERVIÇO DE SUPORTE PSICOLÓGICO PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE da SBPRP visa otimizar nossa força de trabalho na direção dos profissionais que nos solicitarem colaboração.

Trabalhando juntos, nosso “amanhã” poderá vir a ser um “toldo de um tecido tão aéreo que, tecido, se eleva por si: luz balão”!

Tecendo a Manhã

Um galo sozinho não tece a manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro: de outro galo
que apanhe o grito que um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzam
os fios de sol de seus gritos de galo
para que a manhã, desde uma tela tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.