O próximo filme a ser apresentado no C&P de Ribeirão, “Julieta”, é do diretor espanhol Pedro Almodóvar. Famoso por criar controvérsia e polêmica, Almodóvar já dirigiu 19 filmes, todos com roteiros de sua autoria.

Diretor espanhol Pedro Almodóvar (imagem: reprodução)

Almodóvar nasceu em La Mancha, uma cidade interiorana da Espanha, em 1949. Aos dez anos foi estudar em um internato religioso, onde experimentou o cinema pela primeira vez. Aos vinte, em 1969, todas as escolas de cinema da Espanha foram fechadas pelo governo ditatorial. Almodóvar entrou então para um grupo de teatro nomeado “Los Gollordos” e gravou diversos filmes em Super 8, além de escrever para revistas alternativas.

Com a morte do ditador Francisco Franco, iniciou-se uma revolução artística junto com a democratização da Espanha, chamada Movida Espanhola (Movida Madrileña), na qual Almodóvar teve assídua participação.

Seu primeiro filme foi “Pepi, Luci, Bom e Outras Garotas de Montão” (1980). As tramas de seus filmes são formadas pelo drama pessoal de cada um dos personagens, costuradas todas juntas de forma harmônica.

Dentre os temas mais explorados pelo diretor, pode-se destacar a relação mãe-filho, o luto, a homossexualidade e a luta das mulheres (questões relacionadas ao feminino de maneira geral).

Além de “Julieta”, Almodóvar dirigiu diversos excelentes longas. Seguem algumas indicações:

“Labirinto de Paixões” (1982),

“Matador” (1986),

“Mulheres à beira de um ataque de nervos” (1988), indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, sendo o filme estrangeiro de maior bilheteria nos Estados Unidos no ano de 1989, e o filme espanhol de maior sucesso em todos os tempos,

“Ata-me!” (1990),

“Carne tremula” (1997),

– e o grande sucesso mundial “Tudo Sobre Minha Mãe” (1999), que venceu o Oscar na categoria de Melhor Filme Estrangeiro e lhe rendeu vários prêmios e indicações em todo mundo, consagrando Almodóvar na carreira comercial.

*Não se esqueçam: “Julieta” será apresentado no dia 28 de abril, às 19h30, no anfiteatro da unidade de emergência da USP, rua Bernardino de Campos – nº 1000. Os comentários serão da psicanalista Josimara Fernandez de Souza, membro efetivo da SBPRP. Todos são bem-vindos!